Dafra Motos

DAFRA Motos

Uma marca brasileira de motocicletas

 

Uma empresa brasileira, jovem, que cada vez mais conquista espaço de destaque entre as principais fabricantes de motocicletas do País. A DAFRA Motos foi criada em 2007 pelo Grupo Itavema, o maior grupo de concessionárias de automóveis da América Latina, que possui mais de 30 anos de história no Brasil e hoje conta com empresas em diferentes segmentos.

Para atender o mercado nacional a DAFRA conta com uma unidade fabril com 170 mil m2, sendo 15 mil m2 de área construída. A fábrica possui cerca de 200 funcionários e capacidade produtiva anual de 20 mil motocicletas.

A linha de produtos da marca brasileira é formada por motocicletas e scooters de 50cm3 a 400cm3. Além de gestora da operação da KTM no Brasil, a DAFRA é responsável pela produção e distribuição de produtos de outras marcas europeias no Brasil.

 



Parcerias estratégicas globais

Parcerias Estratégicas Internacionais

Inovação no modelo de negócios

A DAFRA firmou, ao longo do tempo, importantes parcerias com algumas das principais marcas de motocicletas do mundo. Foi o caso da MV Agusta e BMW, que resultaram na nacionalização de seus modelos, além de Haojue e Daelim, que permitiram compartilhamento de tecnologia e desenvolvimento de motos DAFRA. Atualmente mantém parcerias com Ducati, Indian e KTM, que permitiram também a entrada de produtos dessas marcas no Brasil, além de TVS, SYM e Zongshen, que continuam contribuindo para o desenvolvimento dos modelos Dafra.

Em comum essas empresas possuem características extremamente importantes, como qualidade do produto, diferencial tecnológico em relação aos modelos e processos de fabricação, excelência em desenvolvimento e grande experiência no segmento de duas rodas.  As parcerias preveem não só a fabricação de produtos na unidade fabril de Manaus (AM), mas incluem a transferência de conhecimento e tecnologia à DAFRA e aos seus colaboradores, diretamente envolvidos no processo, além do desenvolvimento conjunto de modelos com foco total no consumidor brasileiro.

 



Laboratório de controle de emissões de poluentes e análises experimentais

Em 2009, a DAFRA inaugurou em seu complexo industrial um Laboratório de Controle de Emissões de Poluentes e Análises Experimentais, que recebeu mais de R$ 8 milhões de investimentos e possui área total de 4,7 mil m2 (2 mil m2 de área construída).

Considerado o mais moderno da América Latina, o laboratório da DAFRA permite à área de engenharia da empresa desenvolver inovações tecnológicas e know-how próprios e, num futuro próximo, vai possibilitar o registro de novas patentes.

O local reúne equipamentos de última geração para realizar análises estruturais, de vibrações, testes conceituais e de desgaste e estudos sobre emissões de gases. Conta, por exemplo, com dinamômetros de potência, de chassi e de emissões, acelerômetro e outros aparelhos para simulação de condições de pilotagem. Durante os testes as motocicletas, conectadas a computadores, são submetidas a esforços correspondentes aos que poderiam sofrer em diversas condições de condução, como variações de velocidade, temperatura, inclinação e relevo. Relatórios gerados a partir das análises permitem aos engenheiros da DAFRA verificar as implementações necessárias para a obtenção do melhor desempenho em cada situação.

Além de contar com seu próprio laboratório de controle de emissões, a DAFRA desenvolveu em 2010 uma Sala Limpa (Clean Room) para a produção de motores de alta performance. Criada a partir da parceria com a TVS Motor Company, uma das maiores fabricantes de motocicletas da Índia e do mundo, a Sala Limpa da fábrica de Manaus é um ambiente controlado e utilizado para a fabricação de motores de alto rendimento e durabilidade. Única dessa natureza no Brasil no segmento de duas rodas, foi construída a partir um conceito de tecnologia de referência mundial, utilizando as melhores práticas na fabricação de motores de elevado nível tecnológico.



Iniciativas ambientais

A DAFRA adota iniciativas relacionadas à gestão ambiental e à questão da sustentabilidade em seu complexo industrial, como uma Estação de Tratamento de Efluente Sanitário e uma Central de Coleta Seletiva.

A Estação de Tratamento de Efluentes Sanitários, por exemplo, recebe todo o efluente gerado pelas caixas de gordura do restaurante e dos banheiros e vestiários da Unidade. Periodicamente esse efluente é coletado e analisado por um laboratório externo, levando a geração de um laudo que, posteriormente, é encaminhado ao Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas – IPAAM, para comprovar a qualidade do tratamento efetuado pela DAFRA.

Já a Central de Coleta Seletiva da fábrica recebe, separa, prensa e encaminha para reciclagem, co-processamento ou reaproveitamento 81,5% dos resíduos gerados na Unidade. Materiais como papelão são prensados e utilizados na fabricação de papelão reciclado, o ferro é prensado e enviado para reciclagem, enquanto o plástico segue para uma empresa parceira onde, após reciclagem, é transformado em sacolas plásticas. O óleo contaminado passa por um processo chamado de re-refino em uma empresa especializada e licenciada para esta atividade. O resíduo de Serviço de Saúde (ambulatório) é incinerado também por uma empresa licenciada.

Ainda falando sobre destinação correta de materiais, em 2009 a DAFRA firmou parceria com a Associação dos Ceramistas do Estado do Amazonas (ACERAM), localizada na cidade de Iranduba (a 25 quilômetros de Manaus), conhecido pólo industrial cerâmico e de olaria da região.

O acordo envolve a reciclagem de madeira, originária das embalagens de componentes recebidos pela empresa, que é periodicamente doada pela DAFRA para a CERAM servindo para alimentação de fornos na produção de tijolos, blocos e telhas.




© Copyright 2018 - Dafra Motos - Todos os Direitos Reservados
A2C